Planeta dos Macacos: A Origem

    Planeta dos Macacos: A Origem

    Rise of the Planet of the Apes

    O futuro chegou... e nós não estamos nele.
    1 h 44 min
    Metadata
    Título Planeta dos Macacos: A Origem
    Título Original Rise of the Planet of the Apes
    Diretor Rupert Wyatt
    Tempo de Filme 1 h 44 min
    Data de Lançamento 3 de agosto de 2011
    País  United States of America
    Orçamento $93.000.000
    Receita $482.860.185
    Atores
    Estrelando: Andy Serkis, Karin Konoval, Freida Pinto, James Franco, John Lithgow, Tyler Labine, David Hewlett, David Oyelowo, Brian Cox, Tom Felton, Chelah Horsdal, Jesse Reid, Tracy Spiridakos, Christopher Gordon, Chris Shields, Lauren Watson

    O filme Planeta dos Macacos: A Origem (Rise of the Planet of the Apes), dirigido por Rupert Wyatt, conta a história de Will Rodman (interpretado por James Franco), um cientista em busca da cura para o Mal de Alzheimer, que faz aplicações em macacos para testar sua nova fórmula. Quando aparentemente estava tudo certo na pesquisa o macaco usado nos testes tem um ataque quebrando tudo no laboratório, e onde ele tem que ser sacrificado.

    Planeta dos Macacos: A Origem

    Planeta dos Macacos: A Origem

    Mas nisso, Will descobre que o macaco agiu daquela maneira pois tinha um filho, e estava apenas querendo protege-lo. Will leva o filho para a casa, e passa a tomar conta dele como seu animal de estimação. O pai de Will, que mora junto com ele, sofre do mal de Alzheimer, e por isso a luta incansável do cientista para encontrar a cura. O novo primata de estimação é chamado de Cesar, uma alusão ao protagonista do quarto filme da série iniciada em 68.

    Os anos se passam e o macaco cresce, e enquanto as pesquisas de Will no laboratório retomam, ele passa a fazer testes com o seu pai, e os resultados passam a ser muito positivos, o que posteriormente abre os olhos cada vez mais do chefe do laboratório.

    Cesar possui uma inteligência fora do comum, algo que veio na genética de sua mãe e que faz com que ele superdesenvolva com muita rapidez. Mas um incidente faz com que Will se separe de Ceasar, e este seja mandado para um abrigo de primatas. E lá é onde ele começa a organizar a rebelião para o crescimento do planeta dos macacos.

    O filme conta com efeitos especiais de primeira mão trazendo incrível realismo ao filme. A primeira etapa do filme, e que se estende por quase 50 minutos de projeção, serve para desenvolver de maneira inteligente e eficiente os personagens, deixando a ação do filme para o segundo ato.

    O filme faz algumas analogias aos filmes antigos, como no momento em que Cesar brinca com um brinquedo de uma estátua da liberdade, relembrando a famosa cena do primeiro filme do planeta dos macacos. Planeta dos Macacos: A Origem conta de uma maneira mais realística a obra do passado, e enquanto tinhamos um mundo dos macacos nos antigos filmes, aqui vemos como os macacos conquistam o nosso mundo, com semáforos, ruas, prédios e tudo mais. Aliás, as cenas da reunião dos macacos pelas ruas de San Francisco, é de tirar o fôlego.

    Não tem como não se emocionar com o filme, que agradará tanto os fãs dos filmes antigos, como aqueles que nunca viram os antecessores. Filme mais do que recomendado e talvez um dos melhores filmes lançados em 2011.

    Veja o Trailer do Filme Planeta dos Macacos: A Origem

    Confira os Bastidores de Planeta dos Macacos: A Origem

    Outras críticas de filmes que podem te interessar

    27 Comentários

    1. Jeferson

      Eu achei o filme no mesmo nível do primeiro de planeta dos macacos de 1968.

      A historia é contada de maneira muito real, dando mais credibilidade para o publico acreditar naquela situação.

      Nota 10/10.

    2. Luana

      Eu nao entendi a relação desse filme com o filme do Tim Burton de 2001, ja que la o crescimento dos macacos no planeta se dá por uma viagem no tempo e a queda da nave no planeta. Confuso demais!

      Mas de qualquer modo esse filme é muito bom

    3. Márcio

      Eu não gostei do macaco falar no filme, ficou meio estranho

      mas as cenas das lutas na ponte de sao francisco ficaram mt boas

    4. Lúcio

      Nao gostei, ele se distanciou dos filmes antigos!

    5. Jonatas

      Como assim distanciou dos antigos?
      O filme é uma mega explicação logica pros acontecimento, dando vida e complementando a obra dos planeta dos macacos antigos (com excessao a serie, que realmente se perdeu).

      Esse filme merecia oscar de melhor filme! Inteligente, com pitadas de humor, suspense, ação, é um prato cheio pra qualquer fã de cinema!

      Se voce nao viu ainda, corra e va agora no cinema ver essa obra prima!

    6. fran

      maravilhoso!!!

      eu adorei o filme, recomendo !

    7. Fabio Costa

      Na realidade o filme foge do conceito sugerido pelo autor das primeiras obras. Já que tenta explicar uma revolução dos macacos e dá nome de César, filho de Zira e Cornélio (A Fuga do Planeta dos Macacos, ao macaco de laboratório, seria interessante talvez, se tivesse dado outro nome a esse macaco (filme atual) e deixar uma brecha no imaginário para continuação em que ambos, esse macaco e o Cesar original, se encontrariam e assim justificaria também a questão da viagem no tempo abordada nos filmes originais, além de complementar outro filme que mostra o Cesar (filho dos macacos da sequência do passado)atuando com Ricardo Montalban (A Conquista do Planeta dos Macacos), sendo responsável pela revolução na terra, para libertar os símios. Mesmo assim, não há como negar a beleza artística, a qualidade técnica, a brilhante apresentação e a excelente atuação dos atores. Considero o filme atual excelente, sem contudo vinculá-lo aos filmes do passado, já que seu conceito é outro!!!

    8. JORGIVAN B LIMA

      Filmaço explicou tudo
      quem ja curtiu o antigo agora, ficou sabendo porque o macakitos sao inteligentes, quero ver a continuaçao porque no fim do antigo ele viaja no tempo e para em uma cidade que quem reina é os macacos..

      fiquei curioso e ja faz tempo q to curioso heheheh

      filmao recomendo

      e tem um cara q disse ai que nao curtiu ele falar no filme, a melhor parte é quando ele diz NAOOOOO naooo

      heheheh

      nota 10

    9. Lincoln

      Sem dúvidas um dos melhores filmes que já vi. Bons argumentos, desenvolvimento lógico, conteúdo e efeitos realistas.

    10. lahna

      não gostei desse filme, parece q não tem historia

    11. gleiciane

      eu queria muito saber quem escreveu essa resenha, preciso do nome do autor pra colocar no meu trabalho…

    12. Rodrigo

      Achei melhor que o último. As cenas de ação ficaram muito boas. Não foi aquellllle filmão mas foi bom.

    13. Omar

      Não se acha link pra copiar esse filme na internet… é uma pena.

    14. thiago dos santos

      gsotei do filme,mais esperava um final melhor,
      esperava os humanos voltando dos planetas do macacos original e vendo aterra cheia de macacos igual o ultimo filme dos planetas dos macacos, ficou estranho mais gostei.

    15. Macacao doido

      Nao fale mau de nos,filmes sobre nos sao muito bons… huhuhu hahaha

    16. ana carolina

      eu achei muito legal eu recomendos para todos pode asistit vc nao vai se arrepender!!!

    17. Juliano

      No filme estreado em 2001, em seu final, quando o humano volta à terra, encontra esta dominada por macacos, e uma estátua do macaco General que ficou preso e certamente morreu no outro planeta. Esse é o fato que eu esperava que fosse respondido no filme “Planeta dos Macacos: A Origem”. Porém deixou mais confuso ainda.
      O filme realmente é excelente, mas há um rompimento de nexo com o filme anterior: ” O Planeta dos Macacos (2001)”. Acredito que o autor deve ter se “perdido” ou se empolgado ao redigir a primeira história. Se alguém puder me explicar, por favor se habilite!

    18. ALYNDA LYNN

      adorei o filme muito legal recomendo pra todos assistirem e a crítica do filme ta muito boa também parabéns

    19. rogerio lopes

      gostei mais deveria ter dado continuidade do filme de tim burton seria enteresante ver cenas partindo de onde parou o ultimo

    20. André Rocha

      Esse filme nada tem haver com o filme Planeta dos Macacos (2001) nem tampouco com o filme de 1968. Como os americanos gostam de explorar sucesso para ganhar dinheiro resolveram fazer uma nova sequência, sendo que desta vez começando a explicar desde o começo como os macacos se tornaram inteligentes. Ainda vai haver um novo planeta dos Macacos , ai sim parecido com o original de 1968. Já que o filme de 2001 é completamente diferente do filme de 1968, pois no mesmo os símiosse tornam inteligente por causa dos macacos que estavam na nave que caiu para ajudar o astronauta vivido por MArk WAlhberg.

    Postar seus comentários