O Ditador

    O Ditador

    The Dictator

    1 h 23 min
    Metadata
    Título O Ditador
    Título Original The Dictator
    Diretor Larry Charles
    Tempo de Filme 1 h 23 min
    Data de Lançamento 15 de maio de 2012
    País  United States of America
    Orçamento $65.000.000
    Receita $179.379.533
    Atores
    Estrelando: Sacha Baron Cohen, Sayed Badreya, Aasif Mandvi, Megan Fox, Anna Faris, John C. Reilly, Michelle Bergh, Adeel Akhtar, Ben Kingsley, Olivia Taylor Dudley, Jason Mantzoukas, Kathryn Hahn, Rizwan Manji, Alex Kruz

    Ele já foi um rapper branco, jornalista, um fotógrafo gay extravagante na Áustria, o que mais faltou para o famoso ator Sacha Baron Cohen? Que tal um ditador do Oriente Médio que odeia a democracia e fará de tudo para garantir que ela nunca chegue ao seu país que ele oprime com tanto carinho? Insípido, ofensivo, grosseiro, simplesmente errado! E isso soa muito bem para mim. Em O Ditador, Cohen interpreta o almirante Geral Aladeen, o governante do país norte Africano ficcional da República da Wadiya. Ele está desenvolvendo armas nucleares e se recusa a permitir o acesso militar norte-americano ao seu país.

    A ONU ameaça de intervenção militar, a menos que ele viaje para a América e se dirija ao Conselho na sede da ONU em Nova York. Quase imediatamente após sua chegada, Aladeen é sequestrado e ameaçado de tortura. Quando isso deixa de impressionar o ditador desagradável, o sequestrador (Reilly, Boogie Nights) raspa a a sua marcante barba. Aladeen consegue escapar, mas ninguém o reconhece sem barba e ninguém acredita que ele é o líder de Waidiya. É tudo parte de uma conspiração por seu tio Tamir (Kingsley, de Gandhi), que quer substituí-lo com um estúpido sósia e democratizar Waidiya então ele vender reservas de petróleo do país para os empresários ricos.

    O Ditador (The Dictator)

    O Ditador (The Dictator)

    O Ditador é um filme muito engraçado, apesar de que algumas piadas são um pouco sem graça e outras se arrastam demais. Cohen sabe como criar um personagem engraçado e entregar um bom desempenho cômico. Ele retrata Aladeen como idiota, obnóxio, racista, sexista e completamente ofensivo, é a imagem que a maioria de nós tem de ditadores ao longo da história.

    Como esperado, há muitas referências a Osama bin Laden. Sacha Baron Cohen está fazendo o mesmo tipo de coisa que Charles Chaplin fez com O Grande Ditador, em 1940, bem no meio da Segunda Guerra Mundial e a ascensão do Terceiro Reich de Adolph Hitler. Ele está entregando um tapa cinematográfico na cara de todos os líderes mundiais do mal que tentam acabar com a democracia e oprimir o povo.

    Seu personagem faz um discurso no final do filme no qual ele descreve a democracia e ditadura, e pode-se ver facilmente os paralelos com a atual situação política na América. Farris também se transforma em uma performance engraçada como o ativista típico jovem que não consegue viver por qualquer coisa que não é 150% politicamente correta. Muito parecido com outros filmes de Cohen. O ditador expõe as falhas e contradições de seus personagens centrais para o público. É o tipo de comédia em que o espectador sabe que ele está rindo por todas as razões erradas, mas tudo bem porque Cohen quer fazer um ponto e, na maioria das vezes, ele consegue.

    O filme O Ditador não é nenhum Borat, mas é muito melhor do que sua produção chamada Bruno. É um filme pesado, mas que consegue trazer um humor crítico a tona e vale a pena ir ao cinema assisti-lo!

    Veja o Trailer do Filme O Ditador

    Outras críticas de filmes que podem te interessar

    27 Comentários

    1. Nicolas

      Eu to aguardando demais pra ver esse filme, na entrega do oscar esse cara ae apavarou geral por la, chegou ate jogar farinha em um apresentador de televisão.

      Ele é um gênio da comédia!

    2. Vivian

      Pra mim Borat foi um dos melhores filmes de comédia que eu ja vi. Espero que o ditador seja no mesmo nivel.

    3. LUCAS BANDEIRA

      PRIMEIRAMENTE , NUNCA COMPARE UM TRABALHO DE GÊNIO COMO O DE CHARLES CHAPLIN EM “O DITADOR” COM ESSE BESTEIROL AMERICANO.
      ISSO É PURO ENTRETENIMENTO E DISSEMINAÇÃO DE IDEIAS CRIMINOSAS AMERICANAS QUE QUEREM NOS FAZER PENSAR QUE É PARA O BEM (MOSTRAM OBAMA E HILLARY CLINTON EM SEUS DISCURSOS JUSTIFICANDO INVASÃO DE PAÍSES NO ORIENTE MÉDIO “A FAVOR DA PAZ”).FILME PRECONCEITUOSO (DÁ PRA PERCEBER NO DIÁLOGO QUE FALAM SOBRE O EMPIRE STATE ONDE O AMERICANO FALA: É MELHOR VOC CONHECER O PRÉDIO ANTES QUE SEUS PRIMOS ÁREBES O DERRUBEM ). SÓ REALÇA A VISÃO PRECONCEITUOSA QUE A MAIORIA DA POPULAÇAO TEM COM OS MULÇUMANOS E POVOS DO ORIENTE MÉDIO.
      VOCÊ FOI MUITO INFELIZ NO SEU COMENTÁRIO PRINCIPALMENTE EM CITAR CHAPLIN.

    4. LUCAS BANDEIRA

      SÓ CORRIGINDO, O FILME DE CHAPLIN É “O GRANDE DITADOR” (EU ESCREVI ‘O DITADOR’ )

    5. Lola

      FOI O PIOR FILME DA MINHA VIDA!!!!!!!!!!!
      NÃO ACONCELHO A NINGUÉM
      AS PRIMEIRAS PARTES FORAM DIVERTIDAS MAS O RESTO FOI SÓ PORCARIAS

    6. Andre Rei

      O filme é muito bom, vale apena assistir, dei muitas gargalhadas!

    7. Alexandre

      Péssimo filme, piadas ignóbeis, texto medíocre. Filme feito pra retardado

    8. Felipe Mendes

      Para aqueles que consideram o filme um LIXO, peço que revejam com mais atenção, a produção tem um humor ácido peculiar como no filme Borat, O Sacha Baron Cohen tem uma habilidade incrível de colocar no filme de uma forma simbólica ou mesmo explícita qual a imagem do povo do oriente médio na América,o filme é feito para ser engraçado, mas acima de tudo, o espectador precisa ter a inteligência de ver nas entrelinhas da produção, não se limitando ao que vê nas cenas, mas tendo a reflexão que o filme passa de uma forma singular…

      mas uma vez, prestem atenção nos filmes antes de saírem detonando…

    9. Adriano

      Filme bom, além da crítica a democracia que vivemos ((já citada)
      em algumas cenas que valem uma boa risada e o filme por inteiro :).

      Sobre o comentário do Lucas Bandeira, coisa de gente sem uma noção de humor, fechadinha no seu mundo e muito ignorante do ponto de vista cultural :). O nome do filme é O Ditador, depois de vivermos a “primavera árabe” esperava ver o que?.

      BTW, boa crítica, filme bom

    10. mauricio

      eu que gosto desses filmes besteirol achei uma merda sem graça.
      Ruim mesmo

    11. Matheus

      Concordo com o lucas bandeira. Temos que ser um pouco mais críticos, estamos aceitando todo tipo de porcaria que regurgitam pra gente.

      recomendo o filme God Bless America

    12. Eduardo

      Eu achei um dos melhores filmes de cmédia que assisti nos últimos meses, e para aqueles que querem fazer criticas aqui que o filme nao tem conteudo ou que temos que ser mais criticos, lembrem-se que o cinema é para divertir e ao lado de cada sala de cinema nos shopins tem livrarias com prateleiras cheias de livros.

    13. ulisses

      O filme é muito bom!!!Eu entendo que é um filme de humor com um tom de crítica a algumas formas de governo. Eu acho bobagem falarmos que ele é preconceituoso, muito pelo contrário, ele critica uma visão preconceituosa, que eu não vou entrar em detalhes. Aqueles que falaram que o filme ruim, por favor, deem seus motivos para tal comentário. Vamos analisar trecho a trecho e os argumentos que lhe são cabíveis.

    14. Andre Rei

      Olha, esses “criticos” que estão metendo o pau no filmem não intendem bulufas nenhuma de humor..

    15. Andre Rei

      Olha, esses “criticos” que estão metendo o pau no filme não intendem bulufas nenhuma de humor..

      Aposto que pra vocês uma cena cômica devem gostar de piadas]
      secas..

      Simplesmente “O Ditador” dá ao conceito de um humor ao estilo diferente.

      Qualquer retardado alcoolatra e drogado sabe que não existe uma cidade chamada “Wagina . (Vagina)” e esses “criticos retardados” não vem que o filme todo é uma gozação.

      E esses idiotas ainda querem achar um relevância do filme, com a vida real.

      Como em “Ali-G IndaHouse (meu favorito)” , Bruno, Borat

      O FILME NÃO TENTA PASSAR UMA IMAGEM REAL DO MUNDO AO REDOR.

      MAIS SIM AS COISAS MAIS IDIOTAS IMAGINAVEIS. FINAIS SEM CONCIENTIZAÇÃO OU REALIDADE.

      e isso e MARAVILHOSO.
      ]
      Provavelmente quem nao curtiu esse filme, nao curtiu nenhum dos que citei acima, muito menos “Confusões no lava jato, vIZINHANÇA DO BARULHO, as branquelas.. aquele DE GUINARNIA.. (O IMPÉRIO DO BESTEIROL CONTRA-ATACA) “nao lembro o nome.. que é uma zuação do Narnia..

      ENTÃO VOCE QUE ESTA LENDO MEU POST, NAO DE OUVIDOS A ESSES IDIOTAS QUE NÃO SABEM NADA DE HUMOR.]
      ]
      “VÃO ASSISTIR TITANIC PORCOS FEDORENTOS!”

      ]
      ]Se eu pudesse, faria como em um império do besteirol contra ataca, e sairia batendo em um por um desses nerds otarios que só riem com filmes sem graça.

      Uma palavra pra voces otarios.

      Aladeen.

    16. Anderson Barbosa

      Prezado Lucas Bandeira, vc não notou que o filme é um relato da “imagem” americana, principalmente, destes esteriótipos?? A maioria dos americanos acham que os árabes são assim! E pelo jeito vc deve ser americano sem cérebro também. O filme é exatamento o que vc tentou criticar…, ou seja, a sua crítica só confirma que o filme é bom no seu ponto de vista. Pois justamente não é preconceituoso, e sim critica o preconceito. Pena que que vc não tem capacidade para perceber a crítica do filme. Vc só consegue entender o que se fala diretamente, tudo mastigado pra vc…, nada que tenha que pensar vai ser bom. Boa sorte!

    17. Thiago

      Aos que tão falando que eh um besteirol americano e um filme preconceituoso é porque não assistiu. Porque é exatamente o contrário, eh uma baita crítica a situação da América atualmente.
      O discurso no final é um tapa na cara do povo americano. Fora que pra quem gosta de humor negro é risada do começo ao fim.

    18. hamilton Portilho

      Estou querendo muito ver esse filme. VI O trailer e achei que vai ser bom. Sobre criticas, cinema eh feito para entreter, quem viu e gostou, muito que bem, caso contrario, veja outro.

    19. Ana

      Olás!

      Concordo com todos vcs que elogiaram o filme. EU ACHEI SIMPLISMENTE FANTÁSTICO!! É o humor e a comédia retratando situações reais da cultura americana e suas inseguranças. O ator é incrível, perfeito no atuação. Cenas muuuuuuito engraçadas, outras constrangedoras de tão sinceras e desprovida de preconceitos, mas excelentes.
      EnfiM, apesar de ser uma comédia, exige do expectador uma capacidade de entender msg ditas de forma irônica, e um certa crítica e abstração. TALVEZ TENHA SIDO POR ISSO QUE ALGUMAS PESSOAS NÃO GOSTARAM. MAS, DE TODA FORMA, CADA UM É CADA UM.

    20. Antonio Carlos

      Boa Noite!

      Acabei de assistir o filme. Me desculpem os críticos que criticaram negativamente o filme, mas… creio que não entenderam as piadas até mesmo porque:

      1) Muitas delas exigem um raciocínio rápido;
      2) Muitas delas exigem um mínimo de cultura política, sócio, econômica, cultural e religiosa;
      3) Muitas delas exigem um mínimo de bom humor e alegria no coração.

      Conseguiram entender? Ou é necessário desenhar?

    21. Farnaces

      Antonio Carlos, não precisa desenhar. O filme é ruim de assistir. Parece feito para retardados mesmo além de vender um esteriótipo negativo do oriente e todos “não-alinhados com os EUA”.

    22. Ju

      QUE FILME HORROROSO. ENGRAÇADO SEM DÚVIDA PORQUE FEITO POR UM CANALHA INTELIGENTE, SIONISTA RACISTA E NAZISTA FANÁTICO COMO TODO SIONISTA. VENDE UMA IMAGEM DETURPADA DO POVO ISLÂMICO E JUSTIFICA O PROJETO DE ELIMINAÇÃO DE TODA A UMA CULTURA QUE SE ESTRUTURA A PARTIR DE ISRAEL E EUA, DOIS ESTADOS QUE NÃO ACEITAM DIVIDIR O MUNDO COM MAIS NINGUÉM.
      A RIGOR, NENHUM JUDEU PRATICAMENTE COMO COHEN DIZ SER DESRESPEITARIA ASSIM UM POVO IRMÃO -QUE É O CASO DOS ISLÂMICOS – ISSO PORQUE TODO JUDEU DE VERDADE É ANTI-SIONISTA E NÃO CONCILIA COM OS EUA – BERÇO DA EUGENIA.
      COMPARAR O GRANDE DITADOR DE CHAPLIN COM ESTA PORCARIA RACISTA ME DEIXOU BRAVISSÍMA.

    23. Luigi Jungles

      O fato é o seguinte, o filme mostra realmente esteriotipos preconceituosos contra o povo arabe, entretando boa parte destes esteriotios (visao padrão dos americanos sobre os arabes) usa de ironia, ou seja deixam a visao de que todo arabe é terrorista de forma bem explicita e ironica, ou seja tiram sarro desta situação, não a incentivam, compreendem?

      Realmente quem vai no filme só pra rir de piadas sem fazer uma analise do contexto socio-cultural da relação entre EUA e Arabes realmente vai vir aqui chingar o filme.

      Acho que poderia ser melhor mas é bom sim, e não tem nada de besteirol, besteirol são os “american pies” da vida

    24. Maria Lucia

      Ainda não assisti, mas pelo trailer parece ser muito bom

    25. Michelle Rodrigues

      É a quinta vez que assisto. É a quinta vez que dou cinco estrelas e, por fim, é a quinta vez que rio das mesmas piadas! Maravilhoso!
      Finalmente uma crítica coerente, parabéns!

    Postar seus comentários